JORNADAS DE CIÊNCIAS BIOTECNOLÓGICAS 07 DE MARÇO

Enquadramento e objetivos

As Ciências da Vida e a Biotecnologia têm suscitado um interesse crescente por parte do público, em geral, devido às suas potencialidades para, nas próximas décadas, passarem a constituir áreas de ponta nos domínios da ciência, da indústria e do emprego.

O Programa-Quadro de Investigação e Inovação da Comissão Europeia (Horizonte 2020) assinala que a biotecnologia é uma das seis tecnologias capacitadas para impulsionar a economia europeia, pelo que um dos pilares em que assenta a Estratégia para a Europa 2020 é o reforço da liderança industrial em inovação.

Neste contexto, a Biotecnologia assume-se como uma Tecnologia Facilitadora Essencial, cuja investigação e inovação têm como objetivos desenvolver produtos e processos industriais competitivos, sustentáveis e inovadores e contribuir como motor da inovação em variados setores tais como agricultura, alimentação, química e saúde. Outras fontes chave de inovação estão na interface entre biotecnologia e outras tecnologias facilitadoras e de convergência, em particular as nanotecnologias e as TICs, nomeadamente com aplicações em sensores e diagnóstico.

No quadro atual de uma população global crescente, que depende de recursos naturais, a Biotecnologia ajudará, certamente, a enfrentar os desafios com que a sociedade se depara, em particular, a sustentabilidade da agricultura e a segurança alimentar, a economia de baixo carbono, a inovação no abastecimento e tratamento de águas, a valorização de resíduos em recursos, promovendo, em simultâneo, uma economia sustentável baseada no conhecimento.

Como resposta a estes desafios, os cursos de Licenciatura em Biotecnologia e de Mestrado em Biotecnologia Agroambiental da ESA-IPVC pretendem acompanhar os avanços científicos e tecnológicos nos domínios da Biotecnologia e contribuir para o desejável desenvolvimento sustentado das Organizações, através dos seus projetos de ensino e de I&D+i, promovendo processos de produção sustentáveis, baseados em aplicações biotecnológicas que visem, direta ou indiretamente, a otimização dos processos, a utilização responsável dos recursos naturais e a valorização e tratamento de resíduos e efluentes, como forma de assegurar a preservação do Ambiente.

No âmbito da 2ª Semana das Ciências da Vida  e da Terra desenvolvem-se as 5as Jornadas de Biotecnologia promovidas pelas Comissões do Curso de Licenciatura em Biotecnologia e de Mestrado em Biotecnologia Agroambiental, nas quais se pretendem apresentar e discutir temas atuais que incidem sobre as principais áreas de competência destes cursos, respondendo aos interesses e expectativas dos alunos destes cursos e dos restantes alunos da Academia, visando a participação dos docentes, investigadores e técnicos do IPVC, profissionais e entidades do setor.

O evento contará, no dia 7 de março de 2017, com sessões técnico-científicas organizadas em dois painéis temáticos: A Gestão e Preservação de Recursos Biológicos e Domínios de Aplicação da Biotecnologia.

Comissão Organizadora

Ana Cristina Rodrigues, Ana Isabel Ferraz, Ana Patrícia Guedes, Ana Paula Vale, Ana Sofia Rodrigues, Álvaro Queiroz, Isabel Afonso Paula, Júlio César Lopes, Maria Luisa Moura

Comissão de Curso de Licenciatura em Biotecnologia, Comissão de Curso de Mestrado em Biotecnologia Agroambiental, Alunos do 3º Ano do Curso de Licenciatura de Biotecnologia

Programa

09h00 – Receção dos participantes

09h20 – Abertura das Jornadas

Painel 1 – Gestão e Preservação de Recursos Biológicos

Moderadores: Álvaro Queiroz (ESA-IPVC) e Júlio César Lopes (ESA-IPVC)

9h30 – Recursos Vegetais – Manuela Veloso (INIAV)

9h50 – Recursos Marinhos – Vasco Ferreira (CMEM-Fórum Esposendense)

10h10- Recursos Micológicos – Pedro Capela (FungiFresh)

10h30 – Debate

10h45 – Sessão de Posters

Apresentação de trabalhos de final de curso de alunos Licenciados em Biotecnologia

Painel 2 – Domínios de Aplicação da Biotecnologia

Moderadores: Ana Isabel Ferraz (ESA-IPVC) e Ana Paula Vale (ESA-IPVC)

11h15 – Biofouling – Luís Melo (LEPABE – FEUP)

11h35 – Biotecnologia industrial – Ana Pereira (ENKROTT-Gestão e Tratamento de águas, S.A.)

11h55 – Novas fronteiras na cosmética – o papel das proteínas – Artur Ribeiro (CEB-UM)

12h15 – Debate

12h30 – Encerramento das Jornadas