JORNADAS DE CIÊNCIAS AGRONÓMICAS 27 DE FEVEREIRO 2018

Enquadramento e objetivos

Estas Jornadas pretendem responder fundamentalmente aos interesses dos estudantes de cursos da área agronómica, nomeadamente do mestrado em Agricultura Biológica (MAB), da licenciatura em Agronomia (LAgr), e dos cursos técnicos superiores profissionais em Gestão de Empresas Agrícolas (CTeSP-GEA) e Fruticultura, Viticultura e Enologia (CTeSP-FVA), incentivando a participação de estudantes, docentes, investigadores, técnicos e profissionais, que direta ou indiretamente estão ligados ao setor agrário.

A valorização dos produtos agrícolas e agro-alimentares passa pela identificação crescente e garantia da sua qualidade alimentar. Nesse sentido, importa, conhecer as práticas agronómicas, que respondam aos requisitos dos melhores sistemas alimentares, de modo a potenciar uma alimentação saudável para a população mundial. A atividade agrícola encontra-se exposta a novos desafios e constrangimentos, exigindo uma permanente atualização. Cada vez mais, fileiras como a do vinho estão a ganhar expressão no conjunto das fileiras agroalimentares, tornando-se necessária a formação de técnicos nas áreas da viticultura e da enologia, capazes de acompanhar os novos desafios tecnológicos do setor.

Os empresários e técnicos agrícolas têm de obter conhecimento e estar atentos aos novos desafios, desde a produção ao consumo final, garantindo superior qualidade alimentar, sustentabilidade ambiental e preços dos produtos que sejam acessíveis aos consumidores. Assim assume relevância fundamental a capacidade de gestão e consequentemente, todos os instrumentos e técnicas ao nível do apoio às tomadas de decisões nas explorações agrícolas.

Os estudantes formados na Escola Superior Agrária de Ponte de Lima do IPVC concluem os seus cursos, com a realização de estágios finais ou dissertações, em áreas que frequentemente são as solicitadas para o seu percurso profissional. Assim, nestas jornadas procuramos partilhar projetos nas diferentes áreas de estudo dos cursos de Mestrado em Agricultura Biológica e de Agronomia que traduzem a promoção e inovação nos sistemas de produção animal e vegetal, particularmente na proteção das plantas, na agro-biodiversidade e gestão da paisagem,  nos sistemas digitais em agricultura e na agricultura biológica.

 

Comissão organizadora

Cláudio Paredes, Manuel Marinho Cardoso, Isabel Valín, José Carlos Santos, José Pedro Araújo, Laura Soares, Luísa Moura, Raúl Rodrigues, José Pena e Camilo Carvalhido.

 

Programa

14h00 – Abertura

Painel I. Ciências Agronómicas

Moderadora: Laura Soares

14h10 – Viticultura bio e enologia minimalista. Luís Pedro Cândido da Silva (Quinta da Carolina).

14h40 – Plataformas digitais de apoio à agricultura. Rui Santos (ESRI-Portugal)

15h10 – Oportunidades e tendências do setor de flores e plantas ornamentais na Península Ibérica. Jaime Motos Ramos (Floragen A.I.E.)

15h40 – Pastoreio de caprinos para a gestão da paisagem. Hugo Novo (5ªLógica)

16h10 – Debate

16h30 – Intervalo para café

 

16h45– Painel II.  Estágio e Projeto Individual dos Cursos de Licenciatura e de Mestrado

Moderadores: José Pena e Camilo Carvalhido

16h45 – Avaliação do peso, conformação e estado de gordura de carcaças de novilhos cruzados. José Manuel Assunção.

16h55 – Otimização de revestimentos de semente de tomateiro Solanum lycopersicum com o fungo nematófago Pochonia chlamydosporia. João Pinto.

17h05 – Plataforma “YOU Go Bio” – Apadrinhamento de árvores de fruto produzidas em modo de produção biológico. Pedro Salvador.

17h15 – Potencialidade das imagens aéreas e espaciais para a determinação de índices de área foliar. Ana Beatriz Araújo.

17h25 – Debate

17h45 – Encerramento